Há vagas para empreendedores, falta emprego para profissionais.

O cenário mudou e não voltará a ser como antes. O emprego tradicional, como conhecíamos, praticamente acabou. O índice de desemprego, medido pelo CAGED, deve recuar nos próximos anos, mas os postos serão, majoritariamente, preenchidos por subempregos e subsalários, não necessariamente nessa ordem. Desempregados, diplomados e mal pagos Recente pesquisa coordenada pelo Portal do Pensamento …